Mensagem

" Procuremos não faltar da nossa parte: o próprio Cristo Crucificado vai fazer o resto."
SAMZ

 

Congregação

 

 

Publicações

 
Família Católica - Clique aqui
Portal da Família - Clique aqui

 

 

 

 
 

ENS. FUNDAMENTAL I  / ENS. FUNDAMENTAL II / ENSINO MÉDIO

Dezembro/2018

Oração de Final de Ano

Por Gabriel Chalita

Mais uma etapa se encerra Senhor. O convívio valeu a pena. O aprendizado abriu novos horizontes. Viajamos em tantas áreas da Ciência. Conhecemos tantos períodos da História. Viramos cientistas. Atletas. Malabaristas na arte de viver. Desvendamos segredos das Exatas. Tornamo-nos mais sensíveis. E chegamos vivos até aqui. 

Alguns se despedem e partem para uma nova seara. Cresceram. Amadureceram. Mudaram de tamanho e de estatura política. Vão navegar em outros mares. Outros voltarão no ano que vem. Virão com novas histórias pra contar. Virão carregados de expectativas. E tudo retornará ao seu curso. E tudo será diferente. Nada se repete.

O fim de ano é um momento de reflexão. É um corte no tempo para que se possa rever tudo que se viveu. É uma pausa. No turbilhão da vida, às vezes, é preciso parar. Parar e pensar. E há muito para pensar. O ano passa muito rapidamente, mas passa carregado de acontecimentos, que ora surpreendem e ora alimentam a rotina. Parar e até mesmo lamentar pelo que ficou faltando. Lamentar pelos projetos não executados, pelas promessas não cumpridas. 

É tempo de novas promessas. É tempo de renovar aquelas que parecem ter sido prometidas tantas vezes e que ainda não alcançaram a realização. Não importa. O pior é deixar de planejar. É deixar de sonhar. E o novo ano não pode recomeçar sem sonho. Senão, nasce velho. Nasce embotado. 

Senhor. Vivemos juntos mais um ano. E como isso foi bom. Tivemos, sim, problemas. Algumas separações. Algumas quedas. Mas estamos aqui. E temos de agradecer por estarmos vivos, e juntos, e dispostos a recomeçar. Não queremos o desânimo dos que acham que tudo será como tudo sempre foi e que novidade é coisa de romântico. Se for, queremos ser românticos. Queremos um coração capaz de vibrar. Queremos a fortaleza dos que não se abatem e a sabedoria dos que experimentam o novo sempre com um singelo sorriso. 

Senhor! Obrigado por todos os meses deste ano que passou. Obrigado pelos dias mais quentes do verão. Obrigado pelo frio do inverno. Obrigado pela poesia da primavera, pela luz do outono. Obrigado pelos finais de semana e pelos dias de semana. Obrigado pelo amanhecer e pelo entardecer. Obrigado pelos problemas todos e pela disposição de superá-los. Obrigado pelas feridas e pelas cicatrizes. Obrigado, Senhor! 

Sei que o novo ano virá e trará suas novas e próprias preocupações. Há muito a se fazer para que o mundo seja melhor. Quem sabe, no ano que virá não se convertam em realidade as utopias que nos alimentam. Quem sabe, com forças renovadas, sejamos capazes de lutar com mais galhardia pelos ideais que temos. Quem sabe tenhamos mais fé, mais força e mais amor. Quem sabe o céu esteja mais estrelado nas noites de lua cheia. Obrigado, Senhor! E graças ao milagre que é viver, no ano que vem prosseguiremos sonhando e realizando. 


Amém!